Depois de um longo domínio do pagode, o Carnaval 2020 trouxe um leve frescor à combalida Axé Music. Embora não tenha sido uma música arrasa-quarteirão, daquelas que todos os outros artistas cantam e que não sai da boca do folião, “O Mundo Vai” teve até uma resposta positiva nos circuitos Dodô e Osmar.

A canção, pensada por cinco cabeças (entre elas a própria Ivete Sangalo), venceu o prêmio Bahia Folia, da TV Bahia, e a votação entre os leitores deste CORREIO em resultados divulgados na última Quarta-Feira de Cinzas.

Dançante, ritmada e com um bom refrão, ainda assim está longe de ser um primor artístico ou ter a excelência de sua irmã mais velha: a extraordinária “Festa”, de 2001.

Não há, nem nos 35 anos da Axé Music e, por incrível que pareça, nem nos 70 anos do trio elétrico, uma música tão bem acabada e com tantos significados ocultos quanto a composição de Anderson Cunha. “Festa” é a maior música baiana feita para o Carnaval – batendo hinos memoráveis como “Atrás do trio elétrico”, “Chame Gente”, “We are Carnaval” e “Baianidade Nagô”.

Lançada a polêmica, precisamos agora sustentar os argumentos. Então, vamos lá. Recentemente conversei com o músico e pesquisador Tom Tavares para uma reportagem publicada na BBC Brasil sobre como os Beatles (sim, eles mesmos) influenciaram o Carnaval de Salvador e também o movimento liderado por Luiz Caldas, em 1985.

Nesse bate-papo, Tom me deu a senha para seguir nesta trilha. “A sequência harmônica de Festa é exatamente a mesma de Twist And Shout. Essa não é uma música dos Beatles, mas eles que a popularizaram quando lançaram no disco Please, Please Me (o primeiro deles, 1963). Vai Rolar a Festa consegue reproduzir essa mesma sequência harmônica. É um plágio? Claro que não. Mas é uma inspiração direta, sem dúvidas”, disse.

Eu não tenho um ouvido musical tão apurado, mas a partir desta informação consegui encontrar semelhanças nos acordes entre os dois hits. Tente ouvir uma depois da outra e comparar.

Ivete canta a música Festa (repare que o clipe começa com um besouro. Em inglês: beetle)

Música Twist and Shout, dos Beatles:

Vale ressaltar que Twist and Shout não é conhecida apenas por beatlesmaníacos e/ou pessoas que viveram naqueles agitados anos 1960. Por conta do filme Curtindo a Vida Adoidado, um clássico da Sessão da Tarde dos anos 1980, muita gente vibrou com Ferris Bueller (em papel vivido por Matthew Broderick) dançando esta música em uma das cenas mais icônicas da obra.

Relembre abaixo:

Fonte: CORREIO 24 HORAS

Deixe seu Comentário