Após um semestre de implementação, a nova lei do cadastro positivo chega ao mês de janeiro em vias de passar a de fato ter impacto sobre a vida e as relações de crédito de milhões de brasileiros.

Ao longo do mês de dezembro, as quatro empresas autorizadas a operar o cadastro positivo — conhecidas como “birôs” — notificaram os consumidores sobre o início da coleta dos dados. Após 30 dias do aviso inicial, feito por SMS, e-mail ou carta, os birôs passam a poder ofertar aos seus clientes o acesso às notas de crédito de milhões de pessoas, também conhecidas como “score”.

O que é “score”? O score é uma nota elaborada pelas empresas com base nos dados financeiros de consumidores. Essa nota, que geralmente vai de 0 a 1000 pontos, serve para indicar o risco de um determinado consumidor vir a não honrar compromissos assumidos com ofertantes de crédito.

Quanto mais alto score, menor o risco de que uma pessoa deixe de pagar as parcelas de um empréstimo ou a conta de um serviço pós-pago de telefonia, por exemplo. A intenção da criação do cadastro positivo, que passou a ter adesão automática pela lei de 2019, é que consumidores que sejam pontuais em seus pagamentos sejam beneficiados, a partir desta nota, com taxas de juros e condições melhores.

Como esse score é calculado e como eu consulto o meu? O Banco Central autorizou quatro empresas a operarem o cadastro positivo. São elas a Boa Vista, a Quod, a Serasa e o SPC Brasil. Cada um dos birôs adota as suas próprias fórmulas e critérios para calcular a nota, tendo como base as informações do histórico financeiro dos consumidores.

O que é igual são as informações disponibilizadas aos birôs. Nesta primeira etapa, as empresas passaram a ter acesso às informações bancárias, como pedidos de empréstimo e cartões. Serão consideradas as datas e os valores de vencimento e pagamento das pendências financeiras. Os birôs não podem acessar as movimentações e os detalhes de faturas.

Portanto, como são quatro empresas e fórmulas diferentes, é possível que você possua quatro notas diferentes. Para ter acesso ao score, é necessário acessar a plataforma de cada um dos birôs.

Boa Vista – Site, aplicativo na Play Store, aplicativo na App Store
Quod – Site (será necessária uma selfie, então é preferível realizar o cadastro pelo celular)
Serasa Consumidor – Site, aplicativo na Play Store, aplicativo na App Store
SPC Brasil – Site, aplicativo na Play Store, aplicativo na App Store.

Como ter um score de crédito alto? 6 Minutos preparou um especial, ouvindo representantes dos quatro birôs aprovados pelo Banco Central. Em geral, a recomendação é que o consumidor pague suas contas rigorosamente em dia e evite buscar crédito em excesso no mercado. Confira as dicas aqui.

E a minha privacidade? A lei determina que as empresas devem garantir a segurança dos dados, sendo responsabilizadas em caso de eventuais vazamentos. Caso algum fornecedor de crédito queira saber o histórico completo e não apenas o score, ele dependerá de uma autorização expressa do consumidor.

E se eu quiser sair? A lei te garante esse direito. Você deve contatar qualquer birô por meio dos canais de atendimento oferecidos (relação completa aqui). Basta fazer a solicitação a uma das empresas, que se encarregará de notificar as demais. O prazo para a exclusão é de 2 dias úteis.

O que acontece se eu sair? Tudo vai depender das suas relações de crédito com instituições financeiras e prestadores de serviço. Se você tem uma boa relação com o seu banco e muitas vezes já goza de tarifas mais vantajosas, isso não deve mudar.

Presidente da Boa Vista, uma das empresas que operam o cadastro, Dirceu Gardel argumentou em entrevista ao 6 Minutos que é preciso considerar que com a presença de mais de uma centena de milhões de pessoas no cadastro positivo, abre-se o espaço para que novos fornecedores de crédito optem por aqueles clientes que eles podem conhecer de forma mais fácil, por meio dos birôs.

Fonte: 6 Minutos

Deixe seu Comentário