Beneficiários do auxílio emergencial não precisam esperar o prazo de liberação do saque para colocar as mãos no dinheiro. A Caixa modificou as regras de pagamento da segunda parcela, criando uma espécie de carência para liberação do dinheiro: primeiro, o crédito cai na poupança digital e só depois de um período, cerca de dez dias, é que fica disponível para saque.

O problema é que as pessoas não querem esperar para sacar. Por isso, começaram a fazer transferências de TED e DOC para contas de parentes e amigos. Não tem nada de errado em fazer isso, mas a Caixa identificou esse “jeitinho” e barrou os TEDs e DOCs da conta digital até a liberação do calendário de saque.

Mas dá para furar o calendário da Caixa? Sim, e a internet já descobriu isso. Vídeos se multiplicam no YouTube ensinando como transferir o dinheiro da conta digital para um banco digital. Basta emitir um boleto e usá-lo para depositar o dinheiro em um banco ou carteira digital.

Dá para fazer de outra forma? Sim. Fintechs como Mercado Pago e PicPay oferecem tanto a possibilidade de resgatar o dinheiro por boleto ou pela transferência por cartão de débito virtual.

“Somente no dia de ontem tivemos mais de 100 mil beneficiários que transferiram o dinheiro da Renda Emergencial para a conta Mercado Pago. É uma prova de que a tecnologia financeira é um aliado à democratização do acesso ao dinheiro nesse momento de pandemia”, explica Tulio Oliveira, vice-presidente do Mercado Pago.

O que essas empresas estão fazendo para “ganhar” o depósito do auxílio? O Mercado Pago irá oferecer saque com o Código QR em todos os caixas eletrônicos Banco24Horas com tarifa reduzida no valor de R$ 4,90, sem a necessidade de uso de um cartão físico. A fintech também está isentando as tarifas de 25 transferências na modalidade TED para contas de outras instituições por mês.

O PicPay oferece transferências ilimitadas entre contas do mesmo banco e três transferências gratuitas por mês para outras instituições. Também permite fazer dois saques gratuitos por mês em terminal de autoatendimento e unidades lotéricas.

Qual é a vantagem e “furar” o calendário? É a de não precisar para esperar o calendário de pagamento da Caixa e evitar as filas que se formaram para recebimento do dinheiro nas agências. Mas o usuário precisa ficar atento, pois o “saque” por boleto pode levar de um a dois dias para cair na conta do banco ou carteira digital. E alguns desses bancos cobram tarifas para sacar em terminais do Banco24Horas.

O que a Caixa diz? Procurada, a Caixa não se manifestou ainda.

Mês de nascimento Data de depósito na conta Caixa Tem Data de liberação para saque ou transferência
Janeiro 20/05 30/05
Fevereiro 20/05 01/06
Março 21/05 02/06
Abril 21/05 03/06
Maio 22/05 04/06
Junho 22/05 05/06
Julho 23/05 06/06
Agosto 23/05 08/06
Setembro 25/05 09/06
Outubro 25/05 10/06
Novembro 26/05 12/06
Dezembro 26/05 13/06

Fonte: 6 Minutos

Deixe seu Comentário