Na sexta-feira (06) o 17º BPM e o IF Baiano Campus de Guanambi firmaram parceria para desenvolvimento tecnológico operacional, com vistas a criação de um aplicativo para registro de ocorrências policiais, análise estatística, georeferenciamento e geoprocessamento criminal.

O encontro foi realizado no auditório do 17º BPM Guanambi e contou com a presença de coordenadores, professores e alunos do curso de Tecnologia em Analise e Desenvolvimento de Sistemas do Instituto Federal Baiano (IF Baiano) e do Comandante, oficiais e praças do 17º Batalhão e durante esse encontro foram definidos as fases e os objetivos a serem alcançados pelo projeto.

O aplicativo a ser desenvolvido terá como base metodológica o Registro de Ocorrências Policiais Digitais (ROP-D), desenvolvido pelo Cabo PM Anderson Almeida que já é utilizado pelo 17º BPM e que foi apresentado ao Colegiado de coronéis da PMBA no ano passado, tornando-se referência para outras unidades da corporação.

Esse projeto de criação do aplicativo será desenvolvido pelos alunos do curso de Tecnologia em Analise e Desenvolvimento de Sistemas do IF Baiano, como parte de atividade de extensão do Instituto, sob a coordenação de professores daquela instituição de ensino e de oficiais e praças do Batalhão.

Após a conclusão do projeto, o objetivo será apresentar a nova ferramenta tecnológica ao alto comando da corporação para analisar a possibilidade de ser expandida para todas as unidades da PMBA.

Fonte: ASCOM

Deixe seu Comentário